ETAPA 2 – 27/9/2020

Programa INTERREG V-A Espanha – Portugal (POCTEC) 2014-2020, FEDER, no âmbito do Projeto 0068_REDTI_4_E

Programa – Horário

7 h 30 m- Abertura do Secretariado (antiga Escola Primária do Montinho – São Julião – 39°18’55.8″N 7°18’22.3″W)

8 h 15 m – Partida da 1.ª equipa.

8 h 16 m – Partida da 2.ª equipa.

8 h 17 m – Partida da 3.ª equipa.

(…)

9 h – Partida da 38ª equipa.

10 h 30 m às 16 h – Chegada das equipas.

12 h > 16 h – Fornecimento de refeição em recipiente descartável para ser consumida com distanciamento físico.

Plano de Contingência

Elaborado de acordo com a

ORIENTAÇÃO NÚMERO: 030/2020 DATA: 29/05/2020 ATUALIZAÇÃO:  03/07/2020

COVID  19: Atividade Física e Desporto

Espaços    de    Prática    de    Exercício    Físico    e    Desporto,    e

Competições   Desportivas   de  Modalidades   Individuais   sem

Contacto  da Direção-Geral da Saúde do Ministério da Saúde da República Portuguesa.

A  COVID-19  é  uma  doença  causada  pela  infeção  pelo  novo  Coronavírus  (SARS-CoV-2).  A doença  manifesta-se  predominantemente  por  sintomas  respiratórios,  nomeadamente, febre,  tosse e dificuldade  respiratória,  podendo também existir  outros  sintomas, entre  os quais,  odinofagia  (dor  de  garganta),  dores  musculares  generalizadas,  cefaleias  (dores  de cabeça), fraqueza, e, com menor frequência, náuseas/vómitos e diarreia. Com base na evidência científica atual, este vírus transmite-se principalmente através de:

−Contacto direto: disseminação de gotículas respiratórias, produzidas quando uma pessoa  infetada  tosse, espirra  ou  fala,  que  podem ser inaladas  ou pousar  na boca, nariz ou olhos de pessoas que estão próximas (< 2 metros).

−Contacto indireto: contacto das mãos com uma superfície ou objeto contaminado com SARS-CoV-2 e, em seguida, com a boca, nariz ou olhos.

A COVID-19 foi considerada uma Pandemia a 11 de março de 2020 pela Organização Mundial de  Saúde.  Em  Portugal,  as  medidas  de  Saúde  Pública  têm  sido implementadas de  acordo com as várias fases de preparação e resposta a situações epidémicas, por forma a diminuir progressivamente a transmissão do vírus, prestar os cuidados de saúde adequados a todos os doentes e proteger a Saúde Pública.

Medidas gerais e preparação prévia

Os espaços onde decorre prática de exercício físico e desporto

devem assegurar que todas as   pessoas   que   nele   trabalham   e   o   frequentam   estão   sensibilizadas   para   o cumprimento das regras de etiqueta respiratória, da lavagem correta das mãos, assim como  das  outras  medidas  de  higienização  e  controlo  ambiental, pelo que todos os elementos ligados à Organização do evento usarão máscara em todos os atos do mesmo (nas instalações de apoio situadas na Ex-escola do Montinho em São Julião e ao ar livre), procurando manter-se afastados pelo menos 2 m e utilizando com frequência a lavagem de mãos ou a utilização da solução SEPA que estará disponível à entrada do espaço e na zona de Secretariado.

Na instalação coberta de apoio à Organização e na qual está prevista a Sala de Isolamento e possui Casa-de-Banho serão definidos os circuitos de movimentação de pessoas.

Será elaborada uma lista com todos os diretamente envolvidos com a Organização (atletas, que se inscreveram individualmente; e colaboradores, que assinarão consentimento informado).

Organização de Competições Desportivas de Modalidades Individuais sem Contacto

Avaliação do Risco da Competição/Encontro: Reduzido

Características técnicas do desporto – Corrida/caminhada por trilhos de montanha em sistema de contrarrelógio por equipas (2 ou 3 elementos) ao longo de um percurso circular longo (25 Km);

Número de participantes reduzido – 100 que correm em grupos de 2 ou 3 com partidas desfasadas e ao longo de um percurso circular de 25 Km em plena natureza;

Organização – Máximo de 10 pessoas que interagirão quase sempre em espaço aberto;

Equipas técnicas – As equipas técnicas não têm acesso ao espaço fechado destinado apenas à Organização;

Localização da competição – Totalmente ao ar livre em ambiente de montanha (início e final em São Julião,  39°18’55.8″N 7°18’22.3″W).

Distanciamento entre atletas – Total, apenas os elementos de cada equipa (2 ou 3) correrão com proximidade de 3 m a 10 m;

Manual de competição descritivo

O regulamento técnico do evento encontra-se publicado em

https://saomamedeadventuretrail.wordpress.com/regulamento/

São definidas as seguintes especificações:

1 – Toda a documentação técnica será enviada por email;

2 – A recolha de dorsal será realizada no ponto (A) por 1 único elemento da equipa que deve usar máscara e manter o distanciamento de 2 m em fila se a mesma se formar;

3 – As Partidas são dadas desfasadamente em hora e minuto a indicar devendo os elementos da equipa usar máscara na Zona de Partida e até 30 segundos após a ordem de Partida;

4 – Na Zona de Partida – ao ar livre – e no caso de em algum momento se constituir alguma aglomeração de pessoas (atletas e organização) os intervenientes assegurarão que entre si existe uma distância física de pelo menos 2 m;

5 – Durante a fase de desenvolvimento da atividade os elementos de cada equipa (2 ou 3) deverão assegurar-se que mantêm entre si um distanciamento físico seguro;

6 – No Final e após ultrapassarem a linha de meta os concorrentes dispersarão devendo enviar nas 24 h seguintes para o endereço de correio eletrónico da organização o ficheiro com o percurso realizado;

7 – A entrega de lembranças acontecerá na etapa seguinte do evento e será realizada em cerimónia ao ar livre em que é garantido o distanciamento físico de 2 m entre os participantes;

8 – O tradicional almoço que a Organização oferece será entregue na forma de suplemento alimentar que, preferencialmente, deverá ser consumido fora do local de eventual alguma aglomeração de participantes;

9 – Não é permitida a presença de público na zona de Partidas/Chegadas sendo esse espaço reservado para Equipas no momento da Partida e Chegada e para elementos da Organização.

10 – A Organização aconselha que familiares e outros eventuais interessados no seguimento dos concorrentes se dispersem ao longo dos 25 Km do trajeto do evento.

Procedimento em caso suspeito de doente de COVID-19

  1. Qualquer  pessoa,  seja  colaborador  ou  utilizador,  que  apresente  critérios  compatíveis com caso suspeito (critérios referidos no início desta orientação), será considerado como possível caso suspeito de COVID-19. A pessoa identificada não sairá do local onde se encontra (sala das traseiras do edifício).
  1. Ao caso  suspeito será fornecida uma máscara cirúrgica que o próprio deverá colocar;
  2. A pessoa/caso suspeito será encaminhada por um só colaborador para a sala/área  de  isolamento,  pelo  circuito  e para  o  local  previamente  definidos  no Plano  de  Contingência,  onde  este  deverá  ter  disponível  kit  com  água  e  alguns alimentos  não  perecíveis,  solução  antissética  de  base  alcoólica,  toalhetes  de papel, máscaras cirúrgicas e, sendo possível, acesso a instalação sanitária de uso exclusivo;
  3. Em  seguida,  será  contactada  a  Linha  SNS  24  (808  24  24  24)  e  seguidas  as recomendações.

A Organização

Etapa 2 de 2 do trail transfronteiriço TAEJO Internacional São Mamede Adventure Trail
Programa INTERREG V-A Espanha – Portugal (POCTEC) 2014-2020, FEDER, no âmbito do Projeto 0068_REDTI_4_E

Create your website with WordPress.com
Iniciar
%d bloggers like this: